"A bola dá volta" мяч дает обратно

Acompanhe também no Facebook e no Twitter: @michelhuff
PARCEIROS : http://www.concif.com/pt/

quarta-feira, 20 de junho de 2018

      Encerramos a primeira rodada e iniciamos a segunda  da Copa do mundo da Rússia . Muitos fatos foram destaques nesses primeiros dias de campeonato mundial ,tais como : Arbitragem , Comportamento tático das seleções , Rússia e as tão temidas "zebras".

         Primeiro gostaria de iniciar falando do sistema VAR que para mim foi a grande surpresa da copa justamente pelos acertos como vimos no jogo da França contra a Austrália  e da não utilização do sistema no jogo do Brasil . O que podemos ver são os erros cruciais de  jogos decisivos onde anos atras em outras copas acabaram influenciando diretamente no resultado e que agora veremos com bem menos frequência , principalmente , a medida que o sistema for sendo utilizado pela a arbitragem . Com certeza o merecimento por vitorias será algo que  justificará  um resultado positivo.

        Por outro lado ,os jogos que pude observar tanto no estádio como pela televisão me mostrou aquilo que já havia comentado em outras postagens principalmente os comportamentos defensivos das equipes com inferioridade técnica onde a marcação zonal ou zonal mista estão em evidência .O que mais chama atenção é a coletividade dessas equipes  dispostas a "sofrer "defensivamente
criando resistência aos adversários mais qualificados jogando em linha de pressão baixa e  explorando os contra ataques rápidos  com poucos jogadores participando do momento ofensivo .

         Já a bola parada ,considerado por muitos como um momento do jogo ,em  alguns resultados foi diretamente definidora do placar sendo construída muito pelos erros de posicionamento defensivo . Tenho visto times utilizando a marcação mista com posicionamento no primeiro poste em Zona e marcação individual com os outros jogadores mas também totalmente zonal e sem jogadores no posicionamento ofensivo em linha do meio de campo.

        Enfim, estamos vendo um grande evento bem organizado ,com pessoas de todo os lugares do mundo onde os boicotes e restrições politicas que ocorreram  pré copa não estão interferindo na atmosfera das cidades sedes e estádios onde os jogos estão acontecendo. Os russos estão realizados  tanto por esse motivo de energia positiva que está contaminando a todos como por sua seleção que nos dois primeiros jogos teve grandes atuações surpreendendo  o mundo futebolístico.




sábado, 16 de junho de 2018

Copa da Russia : Um olhar brasileiro e outro russo

       

Ontem tive o prazer de ver um jogo de Copa do Mundo aqui em São Petersburgo segunda maior cidade da Russia no estádio do FC Zenit . Foi mais que um jogo uma rivalidade entre dois países sem muito destaque no futebol porem com diversidades religiosas culturais e politicas.

       Iran  do  Português  Carlos Queiroz e Marrocos do treinador Frances Hervé Renard  se enfrentaram em um bom duelo num jogo onde tiveram quase 63 mil expectadores no estadio em um atmosfera bem tipica de Copa do Mundo com torcedores de todos os lugares do mundo.

Momento do gol do Iran
       O jogo em síntese teve supremacia da seleção do Marrocos onde a proposta de ocupar o campo do Iran circulando a bola e usando as infiltrações de seus extremas e meio campistas foi o que mais se destacou. Já na equipe Iraniana a organização defensiva foi a principal tarefa na maior parte do tempo mostrando muitas variações e transformações no sistema defensivo onde o maior destaque para mim foi os extremas da segunda linha de marcação estar sempre formando uma linha de 5 defensores ou até mesmo com 6 defensores em momentos de pressão baixa tirando qualquer possibilidade da seleção de Marrocos infiltrar e usar a profundidade de campo para finalizar.

       O Marrocos pouco se defendeu até porque a equipe de Carlos Queiroz usava as transições de defesa ataque como sua arma ofensiva atacando com poucos jogadores na maioria das vezes em igualdade númerica fazendo com que o Marrocos liberasse seus laterais posicionando o volante sempre em zona central  na proteção dos defensores.

       Entretanto, o jogo se decidiu no ultimo minuto em uma bola parada dos iranianos onde o defensor do Marrocos acabou marcando contra o seu próprio gol decidindo o clássico entre Xiitas e Sunitas quando os torcedores já estavam esperando o empate sem gols .

         Concluindo , acredito que na Copa teremos muitos jogos parecidos principalmente quando se enfrentarem equipes com desigualdade técnica sendo que equipes com menos qualidade farão um jogo de ajustes e usaram essa estrategia de se transformar na defesa se adaptando ao modelo de jogo do adversário. Outro aspecto que veremos será o jogo de transição muito ocorrido na Eurocopa de 2016 onde as equipes na sua maioria jogaram sem a bola tanto na defesa como no momento de transição ofensiva usando o fechamento de espaços na defesa com coberturas bem feitas sem espaço entre as linhas defensivas e no momento ofensivo ataque verticais com pouca circulação da bola atacando  os espaços com infiltrações e opções de oferecimento para o portador da bola .


sexta-feira, 15 de junho de 2018

Copa da Russia: Um olhar brasileiro e outro russo.

Técnico russo com o atacante Talismã 
         Iniciamos a Copa do Mundo da Rússia com uma goleada inesperada da seleção russa sobre a Arabia Saudita. Atmosfera incrível tanto no estádio em Moscou quanto nas ruas das cidades russas como pude perceber aqui em São Petersburgo. Na verdade os russos não esperavam tanta facilidade no primeiro jogo da copa muito pelo que realizou em campo a sua seleção e também pelo baixo desempenho na ,minha opinião, da seleção saudita de Antonio Pizzi.

     
Golovin


Pelo que pude perceber do jogo o grande destaque foi o jovem jogador do CSKA Aleksandr Golovin de 22 anos destaque do time russo na ultima parte da temporada europeia tanto no campeonato russo como na Liga Europa. Exímio batedor de faltas tendo muita velocidade e qualidade em dribles jogando pelas beiradas do campo conseguindo um ótimo  percentual de vitorias nos duelos contra seus marcadores como se viu ontem. Alem disso tem boas assistências deixando seus companheiros em boas condições de finalizar e boa qualidade de chute também.

       Outro destaque para mim foi o Artem Dziuba centroavante de quase 30 anos que já atuou em grandes clubes da Rússia e agora está no Arsenal Tula time intermediário da Premier Liga Russa. Seu ultimo grande clube foi o Zenit e acabou saindo depois de um atrito com o treinador Roberto Mancini na qual o liberou depois da chegada de Anton Zabolotnyi atacante do FC Tosno. Dziuba foi chamado na ultima convocação pelo técnico  Stanislav Cherchesov depois da perda do atacante do Zenit Aleksandr Kokorin que vinha atuando na seleção russa.
Dziuba

Enfim , esse foi somente o jogo de estreia sendo que nos próximos jogos teremos muitas emoções e informações que os veículos de imprensa não conseguem transmitir  para os amigos do Blog .









quarta-feira, 13 de junho de 2018

Comunicado Oficial

         
       

 
           Venho comunicar oficialmente meu termino de contrato de 1 ano (31/05) com o FC Tosno da Rússia . Foi um ano inacreditável e muito produtivo com novas experiências tanto no plano profissional como no pessoal realizando um intenso intercâmbio de ideias com outros profissionais , conhecimento de uma nova cultura , aprimoramento da língua russa , abertura de um novo mercado de trabalho e poder vivenciar por um ano no país sede da Copa do Mundo de Futebol .

            O mais improvável aconteceu com a  conquista da Copa da Rússia sendo que a repercussão foi mundial já que esse título sempre é vencido por um clube grande da Rússia e não por um clube jovem , com muitas dificuldades estruturais e no último momento com problemas gravíssimos na questão financeira. Porém isso valoriza muito mais o trabalho realizado tanto no planejamento técnico  como na execução diária dos treinamentos .Aquilo que projetei para essa temporada está se realizando com a disputa da primeira divisão russa , seguir conquistando títulos e assistir a Copa do mundo .

           Infelizmente a pior notícia acabou por vir na qual o FC Tosno por não cumprir com encarte de obrigações da federação russa de futebol se licenciou e não disputará campeonatos na próxima temporada. Algo que serve de exemplo para o futebol brasileiro já que  muitos clubes não cumprem com suas obrigações e seguem atuando nos campeonatos. 

         Enfim , estou buscando um novo desafio, sabendo da possibilidade de atuar em qualquer mercado, espero que seja tão produtivo e enriquecedor como desta temporada passada . Aos amigos do Tosno desejo sorte em especial aos  diretores e funcionários  esperando que o futuro possa reservar algo melhor .

quinta-feira, 10 de maio de 2018

O dia da Vitória

                Um título inédito , uma decisão inédita numa data histórica para o povo Russo. Volgogrado,mais conhecida como Stalingrado, a cidade da Vitoria, da grande batalha da  Segunda Guerra Mundial . Dia 9 de maio  é o dia de conquistar , feriado nacional sendo uma data de celebrar e homenagear os guerreiros que lutaram pela liberdade de uma nação. 

Medalha de campeão Copa da Russia

Campeão Copa da Russia.
        
         Final da Copa da Rússia ,segundo título mais importante do Leste Europeu onde somente os clubes tops do país possuem . Um confronto de clubes pequenos mais com alma e persistência de gigantes pois venceram os grandes clubes da Rússia na suas caminhadas até a final . Uma final que nunca se repetirá sendo pela data , localidade ou clubes em disputa . 


Tosno e Avangard fizeram um grande jogo com gols bonitos e com emoção num estádio lotado que sediará a Copa do Mundo da Rússia 2018.  Feliz por ter vencido, feliz por ter vivido tudo isso e saber que o jovem de 5 anos  Futebol Clube Tosno está sendo reconhecido mundialmente com repercussão da vitória em todos os cantos do planeta.


Campeão nacional da Moldávia 2015/2016 e Super Copa da Moldavia 2016



 Bi-Campeão Nacional  2016/2017 pelo Sheriff 
Campeão da Copa Moldávia 2017

Enfim, hoje me considero um campeão mas não só por erguer taças depois das vitórias  e sim por ter vencido como profissional do futebol sendo um brasileiro que já passou por três países europeus  tendo reconhecimento profissional e desafiando os obstáculos que isso proporciona pelo caminho . Onde passei convivi com  derrotas e vitorias pois as derrotas nos ensinam a saber o grande valor de uma vitória. Fizemos historia na Ucrânia com o Metalist , apostei na Moldávia vencendo todos os títulos possíveis em dois anos de clube Sheriff e agora no F.C. Tosno em menos de um ano de trabalho sendo o primeiro preparador físico do clube conquistamos um título inédito na data mais importante da Russia.   . 
Vice campeão ucraniano inédito pelo Metalist 2013
Campeão pelo Metalist em 2012

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Rússia: impressões a um ano da Copa do Mundo

Minha residência na Rússia não tem tanto tempo assim, mas a primeira impressão que tenho é que o país está preparado para receber a Copa do Mundo. A questão de infraestrutura, principalmente, se destaca. Isso porque foram construídos vários novos estádios em parceria com os grandes clubes, como, por exemplo, Zenit e Spartak Moscou. Obviamente, dentro das exigências da FIFA.
Foto: Mladen Antonov/AFP


Outros aspectos como mobilidade das cidades, hotelaria e sistema aeroportuário e ferroviário já possuem estruturas bem desenvolvidas. Apesar de que Moscou e São Peterburgo, que são as duas maiores cidades, têm sérios problemas em relação à mobilidade e fluxo de veículos. O número de automóveis é excessivo.

Com praticamente um ano de antecedência, o país acaba de passar pelo primeiro teste com a realização da Copa das Confederações. Tenho certeza que no aspecto de organização e realização eles se saíram bem. Em termos de segurança e hospitalidade para os torcedores, não uma crítica a ser feita. 

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

A preparação para a segunda metade da temporada visando o máximo desempenho

The preparation for the second half of the season is intense here at FC Sheriff. Will be two weeks of training in Tiraspol, with two friendly matches to observe the performance of the athletes. In addition, there will be two daily workouts throughout this period. We will intersect physiological evaluations, prevention and activities based on the integrated training methodology led by the coach Roberto Bordin.
•••
In spite of the low temperatures, we have an amazing infrastructure, which allows us to have training in the covered stadium. This way, we don't have any damages in the workouts. An example can be seen in this video in which we perform the yo-yo test (video available in fanpage facebook) , that aims to trace the player's profile to make the individual changes seeking the best performance of each athlete within the coach's match pattern.
•••
After these two weeks here in Moldova, we will go to Turkey to continue the preparation. In this second moment, we will have some technical and tactical work. A lot of planning to achieve the best performance throughout the preparation. LET'S GET TO WORK!
•••
A preparação para a segunda metade da temporada segue intensa aqui no FC Sheriff. Serão duas semanas de treinamento em Tiraspol, nas quais teremos dois jogos-treino para observar o rendimento dos atletas. Além disso, serão dois treinos diários ao longo desse período. Intercalaremos avaliações fisiológicas, prevenção e atividades baseadas na metodologia de treinamento integrado liderado pelo treinador Roberto Bordin. 
•••
Apesar das baixas temperaturas, estamos amparados por uma estrutura qualificadíssima, a qual permite que façamos treinos no estádio coberto. Desta forma, não temos nenhum prejuízo nos trabalhos. Um exemplo pode ser visto neste vídeo em que realizamos o yo-yo test (video disponivel na fanpage facebook), que tem como objetivo traçar o perfil do jogador para que sejam feitas as alterações individuais. Assim, conseguimos buscar o melhor rendimento de cada atleta dentro do modelo de jogo.
•••
Depois das duas semanas aqui na Moldávia, iremos para a Turquia dar sequência na preparação. Nesse segundo momento, partiremos para o trabalho técnico e tático. Muito planejamento para buscar o máximo desempenho. AO TRABALHO!